Certeza Pela Vida

 

Longos caminhos percorridos

Vidas marcadas pelo tempo
Passos arrastados pelo cansaço de não saber
a que portos iremos chegar...
Olhos parados no nada, nada tens o que buscar,
andas com o sonho perdido de voltar...
No peito a certeza do inesperado,
na alma a clareza que nasce na escuridão,
na mente o vazio trazido pelos pensamentos,
no corpo a altivez dos que carregam a cruz,
dos martírios vividos a humildade dos perdedores,
das buscas incansáveis o desespero de não encontrar.
Gotas de chuva misturadas a gotas de sal me lavam...
Os passos rápidos agora, ao encontro do que vier...
A mente aberta, vai abrindo caminhos no ar...
O peito ainda pulsante, chegará a um porto qualquer,
Os braços arriados se levantam e lutam pelo sonho
Trazendo a certeza que voltará... voltará...
 a confiar, a sorrir, a amar, voltará a viver...

Rô Vazquez
06/02/2007

 

Escrito e formatado por Rô Vázquez,  É  protegido pela lei 9.610/98 de Direitos Autorais,
não é permitido a  sua reprodução ou inclusão em qualquer site (pessoal ou não), 
lista de discussão,  seu repasse por
 e-mail,  ou outros meios,  sem a expressa autorização de seu
autor.
 

 

 

  -