Você

 

Você que amo tanto e tanto faz...

Você que é minha glória e meu calvário.

Você que trago comigo tão ausente.

Você tão presente em mim...

Você que sofre, eu te acalento...

Você que chora, eu te consolo...

Você que ri, eu me perco em teu fascínio.

Você, minha historia mais linda...

Você, minha vida mais louca...

Você, meu caminho mais reto...

Você, meu rumo inesperado.

Você, carinho em forma de poesia...

Você, amor em forma de paixão...

Você, presença em forma de solidão.

Você, você, só você...

Me descobre, me conquista, me corrompe,

Me alucina, desatina, desalinha...

Você, você, só você...

Rô Vazquez

28/05/2005

 

 

 

Escrito e formatado por Rô Vázquez,  É  protegido pela lei 9.610/98 de Direitos Autorais,
não é permitido a  sua reprodução ou inclusão em qualquer site (pessoal ou não), 
lista de discussão,  seu repasse por
 e-mail,  ou outros meios,  sem a expressa autorização de seu
autor.
 

 

 

  -